IR PARA

26 de outubro de 2016

A palavra que define quem trabalha é trabalhador e não colaborador defende a presidente Maria Rosângela Lopes



A presidente do SINDVAS, Maria Rosângela Lopes, participou do Círculo de Ideias promovido pela Academia de Letras, Ciências e Artes de Santa Rita do Sapucaí (ALCA), na noite da última terça-feira (26) e defendeu o uso da palavra trabalhador para descrever a pessoa que trabalha. 

A Academia de Letras promoveu o evento para ampliar o debate em torno das palavras trabalhador, profissional, colaborador e as implicações que os termos têm na vida daqueles que exercem a atividade laboral. 

O acadêmico da ALCA, Jaci Alvarenga, o empresário José Domingos e o diretor do Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação, José Cláudio Pereira também compuseram a roda a discussão sobre o assunto. Ao final, o acadêmico Jaci Alvarenga presenteou a presidente do SINDVAS com a última publicação dele, o livro "Servos modernos-revolucionários silenciosos".

No vídeo, Maria Rosângela Lopes,  explica o porquê colaborador é uma qualificação errada e prejudicial para o trabalhador.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, participe, comente, deixe sua observação.